BEM VIND@ =)

20 de outubro de 2018

Destaque/ Inspirações

INSIDE OUT

de dentro pra fora…

Assisti um filme com a minha filha, faz um tempo, e a gente acaba vendo e revendo, de tanto que é bom. A Disney não “brinca em serviço” e sempre me faz pensar e repensar com seus roteiros incríveis.

Pois bem, o filme se chama DIVERTIDA MENTE(no Brasil), conta a história de uma garotinha de apenas 11 anos, chamada Riley; mas, a perspectiva é de dentro da mente dela, onde “habitam” suas principais emoções, memórias, tudo que faz dela, ela mesma, sua essência.

A família de Riley precisa se mudar de onde sempre viveram(Minnesota), para um lugar novo, onde ela não tem amigos e não conhece nada(São Francisco)…que criança ou pré adolescente não ficaria contrariado com algo assim? alguns poucos, suponho. Minha mãe se mudava muito, e eu sempre ficava preocupada com outro recomeço, escola nova, fazer novos amigos…e olha, nunca fui tímida, sempre fui aquela que fala pelos cotovelos, conversa com qualquer pessoa e tal; então, em teoria, eu não tinha dificuldades em me refazer, fazer novos amigos.

Pois bem, Riley faz essa mudança!  E suas emoções(Alegria, tristeza, nojinho, medo e raiva)começam a reagir a isso.

Alegria vai sempre olhando o lado bom de tudo, procurando deixar a Riley animada, positiva em relação ao que está sentindo…ela se sente na obrigação de controlar as outras emoções, principalmente a tristeza, que não pode interferir em nada, ela não ajuda, deixar a Riley triste só vai deixar tudo mais complicado. E toda essa proteção que a alegria traz, acaba fazendo uma bagunça na mente de Riley. Tentando evitar que a tristeza atue, influencie em alguma memória e tal, Alegria e Tristeza são levadas a um arquivo de memórias. Riley agora está sem a alegria e sem a tristeza em seu ” painel de controle “. Sobram raiva, nojo, medo… ela começa a surtar, desmoronar… e agora, você precisa ir ver o filme, já falei demais aqui..haha.

Amei como o roteirista quer mostrar para as crianças(seu público principal), que elas tem sentimentos, emoções por trás de suas ações, e a devida importância de cada uma dessas emoções. Conversei com minha filha depois de ver o filme, para ver o que ela absorveu; é preciso aprender a lhe dar com as diferentes emoções que surgem em cada momento de nossas vidas, e saber disso, ainda na infância, é primordial, na minha opinião.

É um filme disney, feito em primeira estância para as crianças, mas, nós adultos temos muito o que aprender(ou relembrar)vendo esse filme. Então reúna a família toda pra ver e depois vem me contar o que achou.

segue o trailer pra você ter uma idéia do filme:

P.s: A tristeza precisa ser sentida!

Por, Renata Lima.

COMPARTILHE :

Pressione ENTER para buscar ou ESC para sair

Sobre Mim

Sou tantas, cabe tanto em mim…como me definir?!

Eu quero ver o mundo todo!

Seja bem vind@ ao meu blog.

\